domingo, 18 de outubro de 2009

Obama Nobel

"Barack Obama é alguém que admiro profundamente, um Homem bem intencionado, correcto, competente e, sem sombra de dúvida no local certo.
Admiro-o tanto que chego a recear que os interesses instalados nos EUA acabem por o tirar do cargo que ocupa, ou pior ainda, do mundo onde vive...
Obama é alguém com um potencial imenso e, quem sabe, daqui a alguns anos poderá vir a ser um Ghandi dos tempos modernos.
O que discordo, então?
Da altura para o laurear. Em nove meses de mandato Obama deu já indicações óptimas do que pretende para a América e, por arrasto, para o resto do mundo. No entanto considero que um prémio Nobel da paz deve distinguir quem tenha objectivamente contribuído para a paz mundial.
O actual presidente dos EUA numa análise pragmática ainda não tem obra terminada nessa matéria. Reconheço-lhe os fortes alicerces mas, na minha óptica, não se inauguram projectos, apenas obras terminadas.
Em suma nada tenho contra Obama, antes tudo a favor. Penso por isso que esta atribuição peca por precoce e, nessa medida, assente no sonho do que por Obama poderá vir a ser feito e não ainda pelo que realizou.
Este conceito está, na minha modesta opinião, errado."


Quando Barack Obama foi eleito presidente dos EUA dei a minha opinião aqui.
Após ter colocado o comentário, que acima transcrevo, num post que defendia a atribuição do Prémio Nobel da Paz a Obama, tive conhecimento da notícia seguinte:


"Terça-feira, 6 de Outubro de 2009 09:52

EUA: Obama adia encontro com Dalai Lama.

Ao contrário do que aconteceu com os seus antecessores, o actual presidente norte-americano Barack Obama não vai encontrar-se com o líder espiritual tibetano Dalai Lama, durante a visita que este dirigente está a realizar a Washington.
De acordo com a informações apuradas pela agência noticiosa Reuters e difundidas pela brasileiro UOL, Obama prefere esperar pelo seu encontro com o presidente chinês Hu Jintao, em Novembro, antes de se reunir com o Dalai Lama. Reunião que poderá ter lugar, possivelmente, em Dezembro."

Quando soube que o Presidente dos EUA não tinha recebido Dalai Lama desconhecia que isso se deveu ao intuito de, antes, se reunir com o Presidente da China, que, por sinal, é chinês.

O facto de Obama não ter recebido o líder espiritual tibetano não é, por si, grave.

O facto de Obama pretender encontrar-se com Hu Jintao não é, por si, grave.

O facto de não receber Dalai Lama para, porventura, poder tirar dividendos junto do Presidente da China desse facto, parece-me lamentável. Na minha óptica trata-se de um trunfo negocial paupérrimo. Não concordo minimamente que, eventualmente, se procure aproximar de um país, mesmo que seja a China, à custa do esquecimento de causas tão essenciais como os Direitos Humanos.

- Oh Jintao, podemos ser amigos? Afinal o Lama foi a Washington e nem recebi o gajo!!

- Claro, Barack... E podes tratar-me por Hu. E olha, gosto tanto de ti que te vou mandar erigir uma estátua!

- A sério?? Onde, Huzinho querido?

- Vai ser nuns planaltos que temos ali a um canto. É uma zona belíssima e não vive lá quase ninguém. Existe espaço e só precisamos deitar abaixo alguns templos que não têm interesse nenhum.

- Mas será que não irá incomodar?

- Tranquilo, Obama. Nesses planaltos é tudo gente pacífica que só se preocupa com meditação e paz.

- PORREIRO!!! Já agora podias pôr uma vitrina na estátua...

- Para quê, Barack?

- Oh pá, num sítio desses, tão pacífico, é que era apropriado colocar o meu Prémio Nobel!!!

- Claro que sim. Entre amigos não há problemas dessa índole.

- Jintao, só mais uma coisa.

- Sim.

- Como se chama essa região? Para poder divulgar ao mundo a tua fantástica homenagem e comprar um animal de estimação oriundo de lá?

- Ah... Claro. A tua estátua ficará no Tibete...

Passando o exagero da brincadeira, continuo a achar que Barack Obama parece ser um homem bom.

E continuo a considerar que foi muito prematuro terem-lhe atribuído o Prémio Nobel da Paz.

Bem hajam.

6 comentários:

magna disse...

oie André,olha gosto muito do obama e fiquei também muito feliz por ele ter ganho porém concordo com voce e considero essa idéia de premio nobem muito prematura.bjuss tenha uma boa semana!

Socrates daSilva disse...

Concordo contigo. Os prémios deste nível, sejam qual forem, deviam premiar acções, não serem apenas estímulos.

Gostei da parte humorística.
:-)

Abraço.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Amigo

Como sabes achei bem pelos motivos explicados, a atribuição do Nobel, nao como trabalho feito mas como potencial e incentivo a alguem que nada tem a ver com a anterior administração, e isso, vindo de uma potencia mundial é digno de registo sob pena de sermos hipócritas.

Todavia, embora concorde com o que aqui dizes de nao receber Dalai Lama como que para tirar proventos do encontro com o presidente chin~es, nao significa necessariamente (parece-me) que Obama ignore (a posteriori)a defesa dos direitos humanos.

Visto aasim, nao ter recebido Dalai Lama em prol de Jin Tang, paarce-me merecer censura óbvia, mas embora eu nao goste da diplomacia, sei que sem ela se calhar ja nao havia mundo. Isto faz-me recordar quando JOão Paulo II nao foi num primeiro momento a Timor nem censurou publicamente Jacarta. SE o fizesse, era aplaudido, mas eram os timorenses e a Igreja em Timor que sofriam represalias.

Em politica, tal como no resto, nem tudo o que parece, é. E penso que Obama é tudo menos defensor do que o minstro que vai receber, preconiza.

Um grande abraço

sonhos/pesadelos disse...

saudades de te vir ler miau... concordo contigo, tanto pela posição face ao Obama, como quanto à atribuição precoce de tal prémio.
bjs endiabrados

Moonlight disse...

Olá!

Hoje saltei o muro para te cumprimentar.
Obama,o premio foi bem merecido!

Bj com luar

sonhos/pesadelos disse...

desaparecido em combate...volta Por Detrás Do Muro.
bjs endiabrados