segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Assento de luxo


Foi também durante este onírico fim de semana que estive sentadinho em cima de um fofo, felpudo e quentinho... tapete. (Deixem para lá os pensamentos falsos e libidinosos)
O tal confortável tapete, em cuja macieza sentei as nádegas para ver o futebol tinha, para além do conforto, uma característica que muito me surpreendeu: o preço.
Debaixo do meu rabo estava uma verdadeira fortuna! (Não sejam maliciosos...)
Como sou curioso até à exaustão não descansei até levantar a beira daquela coisa fofinha e quente, (oh pá, vocês deixem-se disso!!!) e apanhar um susto descomunal. Estava ali o orçamento mensal de uma família com rendimento médio! E o objectivo é andar em cima daquelas coisas com os pés!!
Fiquei chocado.
Mas não me levantei. Fiz o sacrifício de continuar em cima do querido, fofinho, quentinho e descomunalmente caro tapete.
Enfim.

1 comentário:

Joaninha disse...

Óóóóó, André desculpa mas é impossivel não levar isto para...mmmm...tu sabes :)

beijos