domingo, 14 de setembro de 2008

Insegurança (outra vez...)

Desta feita foi Jerónimo de Sousa a incluir o tema no discurso de rentrée do PCP, o que parece ter causado algum desconforto ao BE, a julgar pela reacção que se fez sentir através de João Semedo, que terá mesmo considerado que "o PCP colou-se escandalosamente à extrema-direita"

Por vezes fico absolutamente atónito com as notícias que vou lendo.
Então o PCP não se pode preocupar com segurança interna?
Na minha óptica não só pode como deve. Provavelmente o Bloco de Esquerda também deveria! "Digo eu..."

Se ter preocupações com a segurança dos portugueses em geral, e com a das nossas famílias em particular é ser de extrema-direita então eu assumo-me como extremista. E radical!!

1 comentário:

Agulheta disse...

André.Pois é verdade,onde está a segurança deste país!Se passa em muitos lados e só vejo as forças de segurança,a andar de carro o estar a pé está fora de moda,se tenhem medo? bem aí é outra coisa,não escolhiam este trabalho,penso eu.
Beijinho